Resumo da Sessão Remota de quarta-feira na Assembleia Legislativa do Acre

Na Sessão Ordinária remota, realizada na quarta-feira, 07, na Assembleia Legislativa do Acre, os deputados estaduais colocaram em questão vários temas, como o combate à pandemia do Covid-19, além da aprovação de projetos de lei que visam melhoras no setor produtivo acreano.

O líder do governo na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Pedro Longo (PV) disse que o Brasil registrou 4.211 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, batendo pela primeira vez a trágica marca de 4 mil óbitos anotados em um só dia, totalizando na última terça-feira, seis, 337.364 vítimas. “Somente um país chegou a esse número, os Estados Unidos da América, que possui uma população 56% maior que a população brasileira, vejam só a gravidade da situação que estamos vivendo. As mortes estão aumentando no Brasil numa proporção quase que geométrica”, destacou Pedro Longo. O deputado parabenizou o governador Gladson Cameli, o secretário Ítalo Medeiros e toda equipe da Seinfra pela dedicação e competência na busca de soluções emergenciais para a população nesse momento crítico da pandemia. “No Acre, com todas as limitações que temos de ordem econômica, ainda temos iniciativas importantes que de alguma maneira contribuem para o fortalecimento no combate à pandemia. A criação de mais leitos de fato não é a solução para o problema, mas é fundamental para que o sistema de saúde se mantenha viável”, enfatizou.

O deputado Cadmiel Bomfim (PSDB) agradeceu ao governador Gladson Cameli (Progressistas) por ter atendido uma solicitação feita por ele referente a instalação de UTIs no Hospital Regional do Alto Acre. O Hospital Regional do Alto Acre é referência no tratamento de Covid-19 para todos os casos moderados dos municípios de Assis Brasil, Brasileia, Epitaciolândia e Xapuri. Além da instalação das dez vagas de UTI para a unidade, devido ao aumento da demanda, o hospital terá um reforço na usina de oxigênio para ampliar sua produção e ganhará um tomógrafo. “Quero agradecer demais ao governador por atender essa minha solicitação. O hospital é uma das melhores unidades de saúde no atendimento à Covid-19 e quando eu estive no local percebi que havia espaço para a instalação de UTIs. Sendo assim, ao invés de transferir pacientes do Alto Acre para Rio Branco, podemos agora transferir pacientes daqui para lá. Parabéns governador por enxergar essa necessidade”, disse.

Na sessão desta quarta-feira, 7, na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), os deputados estaduais aprovaram os projetos de lei que atualizam a inspeção de origem animal e vegetal no Acre, assim como a atualização da lei que rege o Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do estado (IDAF). A aprovação dos projetos são importantes para garantir que o Acre seja reconhecido como zona livre de aftosa sem vacinação, o que deve ocorrer no próximo mês de maio. Nicolau Júnior enfatiza que o objetivo é agilizar os projetos que são de interesse da economia acreana. “Nosso objetivo é sermos o mais rápido possível na análise dos projetos que beneficiam a população. Nossa gestão busca, com o apoio de todos os deputados, agilizar a análise e aprovação do que é de interesse do nosso estado”.

Ainda durante a sessão, os deputados estaduais reelegeram o deputado Chico Viga presidente da Comissão de Orçamento e Finanças (COF). Ele foi reeleito com quatro votos favoráveis. Votaram a favor, os deputados Edvaldo Magalhães (PCdoB), Pedro Longo (PV), Cadmiel Bomfim (PSDB) e o próprio candidato. Já eleito, Chico Viga disse que continuará presidindo a comissão priorizando sempre o diálogo. “Continuaremos nesse caminho, todas as matérias que estiverem em pauta serão devidamente discutidas com os membros da comissão”, enfatizou. Após a votação para presidente, os deputados estaduais também reelegeram o deputado Neném Almeida para a vice-presidência da COF da atual legislatura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *