Uma mulher ainda não identificada foi encontrada morta, em avançado estado de decomposição, nua e com sinais de abuso sexual. O encontro do cadáver aconteceu durante a tarde deste domingo (11), em uma área de mata com igarapé nos fundos do Residencial Amazonas 1, localizado no município de Iranduba, região metropolitana.

De acordo com o 8º Comando de Policiamento do Interior (CPI) a guarnição foi acionada por volta das 13h quando uma das moradoras do residencial identificada como, Romara Lima, de 24 anos, foi surpreendida pela presença do corpo em estado de putrefação na beira de um igarapé.

O Instituto Médico Legal (IML) foi acionado para executar a remoção do cadáver. De acordo com o Departamento de Polícia Técnica Científica (DPTC), a vítima estava com a perna direita quebrada e com sinais de abuso sexual. A polícia não descarta a possibilidade de que a vítima tenha sido brutalmente estuprada antes da morte.

A Delegacia Especializada em Homicidios e Sequestros (DEHS), segue investigando o caso e até o fechamento desta matéria a identidade da mulher violentada ainda não havia sido descoberta.