O projeto do “Auxílio do Bem”, benefício do governo do Estado do Acre, voltado a famílias carentes que não foram contempladas por programas do governo federal, foi aprovado por unanimidade na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), nesta quarta-feira, 14.

O projeto beneficiará cerca de 18 mil famílias em todo o Acre, e contará com 3 parcelas no valor de R$ 150 para aquisição de alimentos durante a pandemia do coronavírus.

Já no início, mais de 300 famílias são consideradas  aptas a receber o auxílio. O Governo deve informar já nos próximos dias como os beneficiados terão acesso ao cadastro e ao cartão para sacar o dinheiro.

As famílias deverão se enquadrar nos seguintes critérios para ter direito ao benefício:

– Não estar inserida no CadÚnico e/ou cadastrados após a data de 21 de março de 2020;
– Todos os membros do grupo familiar devem estar sem vínculo de emprego formal ativo;
– As famílias devem ter renda per capita de até R$ 178;
– Não estar recebendo assistências sociais ou previdenciárias, como programas de renda ou seguro desemprego, Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada;
-Não ter recebido Auxílio Emergencial financeiro do Governo Federal;
-Ser maior de 18 anos, salvo no caso de mães adolescentes.