Em entrevista, dada ao Amazônia Agora, durante um evento na manhã desta quinta-feira, 15, o governador Gladson Cameli falou sobre a aquisição do imunizante Sputnik-V, vacina contra a COVID‑19 desenvolvida pelo Instituto de Pesquisa Epidemiologia e Microbiologia da Rússia, Gamaleya.

No dia 22 de março, Gladson Cameli assinou o contrato para compra de 700 mil doses da Sputnik-V, entretanto, o imunizante ainda não recebeu a autorização da Anvisa para uso no Brasil, que segundo o governador, é o único empecilho para que o estado consolide a compra da vacina.

“A expectativa é que o laboratório, ou qualquer outro laboratório nos venda, estou com dinheiro em caixa, eu paro o centro administrativo e pego o dinheiro do centro para pagar a Sputnik, as 700 mil doses. Afirmou Cameli.

O governador disse ainda, que não deve esperar pelo Governo Federal, “eu não vou esperar se o Governo Federal vai comprar, ou quem vai comprar, a vida não pode esperar, eu estou pronto para comprar.” E finalizou afirmando que só espera a autorização da Anvisa. “O problema é só saber: a Anvisa autorizou? Quem vai vender? E eu estou pagando pra quem vem pra cá. Agora quem pagar primeiro, tem que receber primeiro.”

Gladson Cameli aproveitou a oportunidade para falar sobre a Lei publicada hoje pela manhã, no Diário Oficial do Estado do Acre, que visa a aplicação de multa para quem furar a fila na vacinação contra a Covid-19, “muitos ainda não entenderam que regra tem que se cumprir, ou vai pelo amor, ou vai pela dor. Cada um é de maior e faz aquilo que acha que tem de fazer, mas sabendo que estamos vigiando, porque ninguém é melhor do que ninguém, para que prevaleça a democracia”. Pontuou.

A previsão é que ainda nesta quinta, 15, chegue em Rio Branco um novo lote com doses da vacina contra o coronavírus, enviada pelo Governo Federal, para assim, dar início à vacinação de pessoas na faixa etária acima de 59 anos.

Por Suene Almeida