A agência espacial dos Estados Unidos, a Nasa, e a empresa SpaceX lançaram uma nave com quatro astronautas rumo à estação espacial internacional nesta sexta-feira (23).

Essa é a primeira equipe a entrar em órbita em uma nave que foi construída a partir de material reciclado de um lançamento anterior.

Lançamento do foguete Falcon 9, da SpaceX, em 23 de abril de 2021 — Foto: Joe Skipper/Reuters

Lançamento do foguete Falcon 9, da SpaceX, em 23 de abril de 2021 — Foto: Joe Skipper/Reuters

A cápsula foi lançada às 6h49 (horário de Brasília) do Kennedy Space Center da Nasa em Cape Canaveral, no estado da Flórida, pelo foguete Falcon 9.

A estação espacial fica a cerca de 400 quilômetros da Terra. Os astronautas devem chegar lá no sábado, depois de um voo de cerca de 23 horas.

Um lançamento de foguete tem uma segunda fase, em que há um novo impulso para que a cápsula onde ficam os astronautas possa seguir viajando. Isso aconteceu depois de 10 minutos do lançamento.

Os astronautas, então, entraram em órbita.

Uma parte do foguete caiu em uma plataforma de um navio não-tripulado no Oceano Atlântico.

Essa equipe é a segunda lançada pela Nasa desde que os EUA retomaram os lançamentos com astronautas a partir de solo norte-americano, no ano passado.

O país tinha ficado nove anos sem lançar aeronaves tripuladas.

Esse é o terceiro lançamento da parceria entre a Nasa e a SpaceX, a empresa fundada por Elon Musk, o bilionário que é diretor-executivo da montadora de carros elétricos Tesla.

Essa equipe tem dois astronautas da Nasa (Shane Kimbrough, de 53 anos, o comandante da missão, e a piloto Megan McArthur, de 49 anos), um astronauta japonês, Akihiko Hoshide, de 52 anos, e o especialista francês Thomas Pesquet, de 43 anos, engenheiro da agência espacial europeia.

Os quatro devem ficar seis meses no espaço, conduzindo experimentos e fazendo manutenção da estação, antes de voltar à Terra.

Os quatro membros da equipe que foi enviada ao espaço em novembro devem voltar no dia 28 de abril.

Veículos reciclados

Os veículos auxiliares reutilizáveis, projetados para retornar à Terra e pousar com segurança assim que se separarem do resto do foguete são a grande inovação da SpaceX. A empresa pretende fazer isso para tornar o voo espacial mais econômico.

A piloto McArthur é a segunda pessoa de sua família a viajar a bordo da cápsula SpaceX: ela é casada com o astronauta da Nasa Bob Behnken, que participou do voo de demonstração da SpaceX com seu colega astronauta Doug Hurley no ano passado.

Se tudo correr bem, os quatro serão recebidos a bordo da estação espacial no sábado pos sete astronautas que já estão na estação espacial —três da Nasa, um da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão, Jaxa, dois cosmonautas russos e um astronauta norte-americano que dividiu um voo da Soyuz.

G1