O São Paulo parece imparável e fez mais uma vítima no Campeonato Paulista, vencendo o Santo André por 2 a 0 e chegando aos 22 pontos, líder de seu grupo e da classificação geral da competição. Para isso, o técnico Hernán Crespo contou com mais uma boa atuação, que tem claramente sua participação.

Diferentemente de como era escalado anteriormente, o já contestado Vitor Bueno recebeu o passe de Dani Alves nas costas da zaga, invadiu a área com liberdade e tocou longe do alcance do goleiro adversário. O posicionamento do jogador foi modificado por influência do técnico argentino, que foi referência como centroavante durante a carreira dentro das quatro linhas.

Durante o período de paralisação, que durou quase um mês, o Tricolor teve treinamentos ininterruptos no CT da Barra Funda. Neste período, o técnico argentino sugeriu a utilização do camisa 12 como centroavante, função habitualmente ocupada por Pablo.Vitor Bueno cresceu muito com a chegada de Crespo - Foto: Rubens Chiri/Flickr Oficial do São Paulo/Divulgação.© Fornecido por Bolavip Vitor Bueno cresceu muito com a chegada de Crespo – Foto: Rubens Chiri/Flickr Oficial do São Paulo/Divulgação. 

“Sempre tive curiosidade de jogar na posição, porque uma das minhas principais características é o chute. Com a chegada do Crespo, ficamos um mês só treinando, treinei ali. Ele me perguntou se queria jogar na função, disse que sim, e ele disse que me ajudaria. É um novo ciclo, e estou feliz com isso”, relatou o atleta de 26 anos, que já fez 2 gols nas últimas 4 partidas e recebeu elogios do comandante:

“No Vitor Bueno, eu vi características que podem ajudá-lo e podem ajudar o time. É uma posição nova, um desafio. Eu tenho uma ideia, propus ao Vitor Bueno essa ideia, ele aceitou e está fazendo muito bem, confirmou Crespo, conforme publicou o portal “UOL Esporte“.