Na manhã desta terça, 27, o líder do governo na Assembleia Legislativa, deputado Pedro Longo, protocolou um requerimento assinado por ele e mais 13 deputados pertencentes à base pedindo a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar possíveis irregularidades na Secretaria de Educação.

O documento amplia o período de apuração dos trabalhos entre os anos de 2016 e 2020, período em que o PT esteve no poder. Diferentemente do requerimento protocolado na semana passada pelo deputado Daniel Zen (PT), com assinatura de novo parlamentares ligados a oposição e o bloco dos independentes.