Maior número de mortes tinha sido no dia 23 de junho de 2020, com 16 óbitos. Acre tem, no total, 1.517 pessoas que perderam a vida pela doença. Com o registro de mais 17 óbitos, Acre atinge recorde de mortes desde o início da pandemia
Geisy Negreiros/G1
O Acre atingiu, nesta quarta-feira (28), o recorde de mortes por Covid-19 em apenas 24 horas desde o início da pandemia com 17 óbitos. O maior número havia sido no dia 23 de junho 2020, com o registro de 16 vítimas fatais pela doença. O total de pessoas que perderam a vida no estado agora é de 1.517.
O Acre registrou ainda mais 152 casos da doença nesta quarta, fazendo o número de infectados saltar de 77.971 para 77.298.
Desde o último sábado (24), a Sesacre está divulgando os números relacionados aos leitos em uma página que é atualizada pelas próprias unidades de saúde. Segundo a pasta, houve uma alteração na forma como vai disponibilizar essa informação. Antes, a Central de Regulação reunia as informações das unidades e repassava o número para a Sesacre. Agora, as próprias unidades são responsáveis por passar essa informação.
O número de exames aguardando análise do Laboratório Central de Saúde Pública do Acre (Lacen) ou do Centro de Infectologia Charles Mérieux é de 685. Há 281 pacientes internados, dos quais 273 possuem teste positivo para a Covid-19. Há uma pessoa na fila de espera por um leito de UTI.
Veja como estão os casos de Covid-19 em cada cidade
MÉDIA MÓVEL: em que estados as mortes estão subindo, em estabilidade ou em queda
Covid-19: veja a ocupação dos leitos de UTI e enfermaria em Rio Branco
Vacina contra Covid-19 em Rio Branco: veja quem pode ser vacinado hoje e o que fazer
O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril, com uma taxa de incidência de 8.624,8 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 168, já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 1,9%.
Dos 106 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados no estado, 86 estão ocupados, fazendo a taxa de ocupação se manter em 81%. Os leitos de UTI estão concentrados na capital, com 80 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 26.
Mortes por cidade
Números e mortes
Das 1.517 mortes registradas, 871 apresentavam algum tipo de comorbidade, segundo a Saúde, e outras 646 não tinham outras doenças. Do total de mortos, 881 eram homens e 636 mulheres. Do total de vítimas, 1.045 tinham acima de 60 anos.
Nesta quarta, dos 17 óbitos registrados, oito vítimas eram homens e nove mulheres das cidades de Rio Branco, Xapuri, Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Feijó e Brasileia.
Rio Branco
Morador de Rio Branco, o idoso de 87 anos deu entrada no dia 8 de março no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e faleceu no dia 12 de março.
Morador de Rio Branco, o homem de 59 anos deu entrada no Pronto Socorro de Rio Branco no dia 12 de março e faleceu no dia 15 de março.
O idoso de 92 anos era morador de Rio Branco deu entrada no dia 10 de março na Fundação Hospital do Acre (Fundhacre) e faleceu no dia 17 de março.
Moradora de Rio Branco, a mulher de 28 anos deu entrada no dia 28 de fevereiro no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e faleceu no dia 11 de março.
A idosa de 81 anos era moradora de Rio Branco, deu entrada no dia 23 de fevereiro na Unimed e faleceu no dia 14 de março.
Moradora de Rio Branco, a idosa de 62 anos deu entrada no dia 7 de março no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e faleceu no dia 15 de março.
A idosa de 64 anos era moradora de Rio Branco, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) no dia 24 de março e faleceu no dia 31 de março.
Moradora de Rio Branco, e idosa de 71 anos deu entrada no dia 30 de março no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e faleceu no dia 3 de abril.
A idosa de 81 anos era moradora de Rio Branco, deu entrada no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) no dia 8 de março e faleceu no dia 26 de abril.
Moradora de Rio Branco, a mulher de 41 anos deu entrada no dia 20 de abril no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e falecu no dia 27 de abril.
Xapuri
A mulher de 49 anos era moradora de Xapuri, deu entrada no dia 18 de abril no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e faleceu nessa terça (27).
Cruzeiro do Sul
O idoso de 77 anos era morador de Cruzeiro do Sul, deu entrada no Hospital Regional do Juruá no dia 17 de abril e faleceu nesta quarta (28).
Sena Madureira
O idoso de 76 anos era morador de Sena Madureira, deu entrada no dia 17 de abril no Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC) e faleceu nessa terça (27).
Feijó
Morador de Feijó, o idoso de 76 anos deu entrada no dia 8 de abril no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, e faleceu nessa segunda (26).
Morador de Feijó, o idoso de 74 anos deu entrada no dia 26 de abril no Hospital Regional do Juruá, em Cruzeiro do Sul, e faleceu nessa terça (27).
Brasileia
Morador de Brasileia, o idoso de 68 anos deu entrada no PS de Rio Branco no dia 9 de abril e faleceu nessa terça (27).
A bebê de 2 meses era moradora de Brasileia, deu entrada no dia 23 de abril no Hospital Raimundo Chaar e faleceu no dia seguinte, 24.
Maiores taxas de contaminação a cada 10 mil habitantes:
Assis Brasil – 1.911
Tarauacá – 1.441
Xapuri – 1.425
Santa Rosa – 1.196
Sena Madureira – 1.167
Casos de Covid-19 por cidades
VÍDEOS: Telejornais do Acre