O deputado Pedro Longo (PV), líder do governo na Aleac, cobrou à Segurança Pública do Acre uma atenção especial na região da ponta do Abunã. Ele lembrou a invasão à Fazenda Santa Carmén, de propriedade do empresário Ricardo Leite, o Rico, proprietário da Uninorte. Longo disse que esse tipo de crime não pode chegar ao estado do Acre.

“Isso traz preocupação. É importante que a nossa Segurança Pública, a nossa Inteligência esteja atenta a isso. Por que eu digo isso? Porque aqui no Acre conseguiu-se uma relação harmônica, aqui há respeito, aqui não há mais esse tipo de atividade violenta”, mencionou o parlamentar.

A fazenda Santa Carmem, na região da Ponta do Abunã, em Porto Velho (RO), na BR-364, foi invadida por cerca de 40 homens armados da Liga dos Camponeses Pobres (LCP) no último dia 22.

O grupo invadiu a fazenda e acessou um dos retiros da propriedade, derrubando e incendiando casas, alojamentos e currais. Carros, tratores e motos foram incendiados e dois trabalhadores torturados.