Reforma começou no dia 22 de fevereiro e tinha previsão inicial de ser entregue em 20 dias e depois passou para o final de abril. Mas, por conta de dificuldades no sistema de exaustão, nova previsão é que seja entregue até o próximo dia 5 de maio. Governo do AC adiou para 5 de maio a entrega da obra de ampliação dos leitos do Into
Jean Lopes/Secom
Mais uma vez, a entrega da reforma no antigo prédio do Batalhão de Operações Especiais (Bope), em Rio Branco, foi adiada. Segundo a Secretaria de Infraestrutura do Acre (Seinfra), desta vez a previsão é que as obras sejam concluídas até o próximo dia 5 de maio.
A obra iniciou no dia 22 de fevereiro e tinha previsão inicial de conclusão após 20 dias. Depois, por conta de atraso na instalação da usina de gases e no sistema de rede lógica da unidade, a conclusão foi adiada para o final de abril.
Agora, as dificuldades no sistema de exaustão fizeram com que a entrega fosse adiada pela segunda vez. “A empresa que fabrica o equipamento, fora do Estado, não cumpriu o prazo de entrega”, informou ao G1 o secretário Ítalo Medeiros.
A obra é uma ampliação de leitos do Instituto de Traumatologia e Ortopedia do Acre (Into-AC), principal hospital de campanha do Acre. O antigo prédio do Bope fica ao lado da unidade de saúde.
O espaço tem capacidade para até 20 leitos de enfermaria, mais os de pronto atendimento, somando pelo menos 30 vagas.
A saúde entrou em verdadeiro colapso no mês de março após os dois principais hospitais da capital ficarem por dias com taxa de ocupação em 100%. Desde então, pacientes têm ficado em fila de espera por um leito de UTI tanto no Pronto Socorro de Rio Branco quando no Into-AC.
Desde o último sábado (24), a Sesacre está divulgando os números relacionados aos leitos em uma página que é atualizada pelas próprias unidades de saúde. Antes, a Central de Regulação reunia as informações das unidades e repassava o número para a Sesacre, que publicava em boletim de assistência. Agora, as próprias unidades são responsáveis por passar essa informação.
Conforme o portal, nesta quarta-feira (28), dos 106 leitos de UTI nos hospitais da rede SUS disponibilizados no estado, 86 estão ocupados, fazendo a taxa de ocupação se manter em 80%. Os leitos de UTI estão concentrados na capital, com 80 vagas, e Cruzeiro do Sul, com 26. Até as13h15 desta quarta, uma pessoa estava na fila por um leito de UTI.
O Acre registra 77.146 casos de Covid-19 e 1.500 mortes em decorrência da doença até essa terça (27), segundo boletim da Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre). Há 208 pacientes internados, dos quais 204 possuem teste positivo para a Covid-19.
O estado está em contaminação comunitária desde o dia 9 de abril do ano passado, com uma taxa de incidência de 8.624,8 casos para cada 100 mil habitantes. A taxa de mortalidade em cada 100 mil habitantes é de 168, já a de letalidade – quantidade de mortos dentro dos números confirmados da doença – é de 1,9%.
Vídeos: G1 em 1 Minuto