Recentemente, a cantora Luísa Sonza revelou que está sendo processada pela Produtora Chantilly Promoções por shows não realizados, durante a pandemia da Covid-19. No entanto, a empresa decidiu esclarecer as informações e desmentiu a artista.

De acordo com informações do colunista Leo Dias, do site ‘Metrópoles’, a própria cantora teria cancelado o contrato alegando que a produtora não ter batido a meta de vendas de shows durante a pandemia. 

A empresa alega que Sonza não levou em conta a situação sanitária que o país enfrenta no momento de rescindir o contrato de agenciamento artístico e utilizou equivocadamente uma cláusula sobre a venda dos shows.

Ainda segundo o colunista, agora a produtora move um processo contra Luísa devido à quebra de um contrato com o tempo vigente de três anos e não por estar obrigando-a a performar durante a pandemia.

O processo, comandado pelo advogado Carlos Sanseverino, contra Luísa Sonza corre na 30ª Vara Cível do Foro Central de São Paulo (as provas estão anexadas ao processo, que é público).