As imagens de dois homens transportando uma mulher morta de moto, na Índia, é o reflexo da situação caótica vivida no país devido à segunda vaga da pandemia. 

De acordo com o Mirror, os homens são o filho e o genro da vítima.

A mulher, de 50 anos, morreu no hospital pouco tempo depois de ter recebido um diagnóstico positivo à Covid-19.

Segundo reportam alguns meios locais, os dois homens tiveram que transportar o cadáver pelos próprios meios para que este fosse cremado, dado que não havia ambulâncias disponíveis.

As imagens são mais uma prova dos relatos que indicam que o país atravessa uma situação caótica, estando os hospitais superlotados, havendo falta de oxigênio, remédios e ainda relatos de crematórios clandestinos por todo o país.

Leia Também: Tragédia na Índia: mortos sendo cremados ao ar livre

A Índia ultrapassou hoje os 200 mil mortos desde o início da pandemia da Covid-19, com 3.293 óbitos nas últimas 24 horas, além de ter registrado um novo máximo de infecções, com 360.960 casos.

Leia Também: Covid-19: Quão perigosa e letal é a variante da Índia? Vacinas funcionam?