Depois de 11 anos, Douglas Costa é jogador do Grêmio outra vez. Nesta sexta-feira (21), horas depois de um vídeo com bastidores da negociação vazar nas redes sociais e pouco após anúncio por parte da Juventus (ITA), o clube gaúcho confirmou o retorno do meia-atacante em série de tuítes e vídeo brincando com o apelido “raio” e fazendo uma versão gremista de previsão do tempo.

Aos 30 anos, Douglas Costa assinou por empréstimo até junho de 2022. Ao final do prazo, a Juventus tem preferência para renovar o vínculo. Caso não exerça a cláusula, o meia-atacante assina com o Grêmio até o final de 2023.

A negociação entre Grêmio e Douglas Costa começou ao final de fevereiro, quando o jogador manifestou desejo de deixar a Europa. À época, emprestado ao Bayern de Munique (ALE), o meia-atacante já sabia que estava fora dos planos na Alemanha e dificilmente iria ser reaproveitado na Juventus. A chance de ser negociado com outro clube existia.

O Grêmio negociou pelo menos três vezes com Douglas Costa já em 2021. Quando Renato Portaluppi ainda era o treinador, depois com valores distantes e mais recentemente. Uma videochamada encaminhou o acerto, reiterado em reunião na casa do jogador, em Porto Alegre.

A partir do encontro presencial, a conversa se voltou para a Juventus. Na Itália, desde a semana passada, a diretoria da Juve indicou que toparia liberar o jogador sem custos. Mas, na quarta-feira (19), houve definição do formato do negócio: empréstimo, a pedido dos dirigentes italianos.