Dois dias após o título paulista, encerrando um jejum de quase nove anos sem conquistas, o São Paulo enfrenta o Sporting Cristal, nesta terça-feira, no Morumbi, pela última rodada da fase de grupos da Libertadores. Embora a vaga na próxima fase já esteja confirmada, o time ainda busca o primeiro lugar no Grupo E.

Para isso, o time precisa vencer os peruanos e torcer para que o Rentistas derrote o líder Racing no outro jogo da chave, na Argentina. A equipe tricolor tem de vencer seu jogo e “secar” os argentinos. A expectativa da comissão técnica é que a conquista de domingo impulsione a equipe, que será formada por reservas, para fazer a sua parte na última rodada.

Ser o campeão da chave significa, teoricamente, escapar de uma “pedreira” já nas oitavas de final, em julho. Pelo regulamento do torneio sul-americano, os melhores colocados da fase de classificação vão enfrentar aqueles que se classificaram em segundo lugar. De acordo com a classificação atual, o time do Morumbi poderia enfrentar, entre outros, um brasileiro (Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras, Internacional) ou argentinos (Argentinos Juniors e River Plate). Todos eles são os líderes de seus grupos.

Esse foi o risco que o time correu ao priorizar a disputa estadual no primeiro semestre. Nas duas últimas rodadas da Libertadores, a equipe atuou com os reservas. Os resultados comprometeram a campanha: empate com o Rentistas, no Uruguai, e derrota para o Racing, no Morumbi. Nesta terça-feira, os reservas novamente devem ir a campo. O técnico Hernán Crespo tem o desafio de fazer o time reserva render mais. Nos dois anteriores, o time ficou devendo. Os jogadores apostam que o fim do jejum traz força e tranquilidade para as outras competições. “O título paulista vai nos dar força e tranquilidade para as outras competições da temporada”, disse o goleiro Tiago Volpi.

Uma das novidades da escalação deve ser o atacante Éder, que está recuperado de uma lesão muscular, mas ainda busca melhor condicionamento físico. Daniel Alves e Martín Benítez, que ficaram fora da decisão, ainda fazem tratamento médico. “Estamos no começo da temporada. Temos outros desafios. Vamos celebrar, mas temos a Libertadores dentro de 48 horas”, disse o técnico Crespo logo após a vitória sobre o Palmeiras no domingo.

O Sporting Cristal, já eliminado, entra em campo para tentar garantir a sua vaga no remanejamento para a Sul-Americana. Isso também vai depender do outro jogo da chave.