Moradores da Floresta Estadual do Antimary tiveram uma manhã de cuidados com a saúde, na Unidade de Gestão Ambiental Integrada (Ugai). O governo, por meio da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), apoiou a ação da Secretaria de Saúde de Bujari. Uma equipe formada por um médico, enfermeiros, farmacêuticos e técnicos de enfermagem prestou atendimento dentro da floresta, incluindo a aplicação da vacina contra Covid-19.

O secretário de Estado de Meio Ambiente, Israel Milani, esteve na Ugai para acompanhar a atividade. “O Estado apoia todas as iniciativas que visam melhorar a qualidade de vida das pessoas que moram nas Unidades de Conservação. A prefeitura de Bujari solicitou nosso apoio, com a estrutura da Ugai e também a articulação junto aos moradores. Prontamente atendemos”.

Uma das primeiras pessoas a ser vacinada contra Covid-19 foi a agricultora Maria Lúcia da Rocha Medeiros, de 43 anos. Foto Assessoria Sema

Uma das primeiras pessoas a ser vacinada contra Covid-19 foi a agricultora Maria Lúcia da Rocha Medeiros, de 43 anos. Ele é hipertensa e recebeu a primeira dose da vacina. “Para a gente é muito importante esse cuidado em saúde. É uma felicidade estar vacinada”.

A aposentada Creuza Ribeiro de Lima, de 78 anos, recebeu a visita da equipe em sua residência. Ela está com dificuldade de locomoção devido a uma fratura na perna e os veículos da Sema prestaram o apoio levando a equipe ao local.

Vacinas

As vacinas aplicadas pela equipe de saúde do município do Bujari são da Oxford/AstraZeneca, produzidas pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O imunizante é administrado em duas doses, com intervalo de 90 dias, sendo que esse tempo é para que o organismo produza os anticorpos necessários para diminuir a gravidade da doença, caso o indivíduo seja infectado pelo coronavírus.

Equipe da prefeitura de Bujari e gestores da Floresta Estadual do Antimary. Foto: Assessoria Sema

Ação Humanitária Itinerante

A Ugai do Antimary possui a estrutura ideal para os atendimentos, com várias salas e acesso à internet, e em junho vai receber as equipes do projeto Ação Humanitária Itinerante, compostas por técnicos de várias secretarias do Estado. A Iniciativa do projeto é do governo, por meio da Sema, com apoio das pastas do Meio Ambiente, Saúde, Segurança, Assistência Social, gabinete da primeira-dama, Tribunal de Justiça e Ministério da Saúde.