Hansi Flick será o novo treinador da seleção da Alemanha, assumindo o posto atualmente ocupado por Joachim Löw. A confirmação da contratação foi feita nesta terça-feira pela Federação Alemã de Futebol (DFB, na sigla em alemão), que anunciou que o compromisso é válido por três anos, até 2024, e que o início de seu trabalho será logo após a disputa da Eurocopa.

O técnico, de 56 anos, assumirá o comando da seleção após a sua trajetória de sucesso desde que assumiu o posto de treinador do Bayern de Munique em 2019. Ele conquistou sete títulos com a equipe alemã em 18 meses – inclusive a Liga dos Campeões da Europa na temporada 2019/2020.

Flick retornará à seleção da Alemanha depois de ter atuado como assistente de Löw entre 2006 e 2014, tendo participado inclusive da conquista do título da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. Após a passagem pela equipe nacional, foi diretor esportivo da DFB e dirigente do Hoffenheim. No Bayern de Munique, atuou como assistente do croata Niko Kovac antes de assumir como treinador.

Quando Löw anunciou em fevereiro deste ano que deixaria a seleção, Flick logo foi cogitado como seu sucessor. Negociações oficiais não podiam ocorrer devido ao seu contrato com o Bayern de Munique, que iria até 2023, mas ele mesmo acabou anunciando em abril a sua saída do clube.

“Tudo aconteceu surpreendentemente rápido para mim e estou feliz de ser o treinador da seleção nacional a partir do outono (europeu)”, escreveu Flick nesta terça-feira, em um comunicado oficial.

Os primeiros jogos de Flick como treinador da seleção alemã deve ocorrer em setembro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022, que será no Catar. Os adversários são Liechtenstein, Armênia e Islândia.