O príncipe Harry e Meghan Markle receberam um pedido de desculpas de um grupo antimonárquico – ‘Republic’ -, depois de terem sido feitas denúncias falsas quanto a fundos que o casal teria recebido indevidamente de uma associação que Meghan apoiou.

Depois de uma avaliação, a Charity Commission concluiu que a Sussex Royal, associação que mantinham quando ainda faziam parte do grupo senior da realeza, não agiu fora da lei na transferência de fundos para a organização de Harry, a Travalyst. 

O regulador concluiu que todo o processo foi feito e conformidade com a lei. 

“Pedimos desculpa às associações e especialmente ao duque de Sussex pelas nossas ações e pelos danos públicos que foram causados como resultado da ampla divulgação de informações falsas”, lê-se no comunicado.

Entretanto, um representante do príncipe Harry já comentou a decisão notando que esta foi recebida com alegria.