Nesta quinta-feira (27), morreu o sambista Nelson Sargento, aos 96 anos, vítima da Covid-19. O artista oi diagnosticado com o novo coronavírus na última sexta-feira (21), quando foi internado.

De acordo com informações do site ‘G1’, Sargento tomou as vacinas contra a Covid-19 em fevereiro, mas algum tempo depois acabou contraindo a doença. O artista, além da idade avançada, sofreu com um câncer de próstata anos atrás.

Nelson Sargento foi cantor, compositor, pesquisador, artista plástico, ator e escritor. O artista era considerado um dos maiores nome do samba no Brasil.