O telespectador que sintoniza a Globo atualmente pode ficar assustado com a “overdose” de Rafael Cardoso, 35, que vai encontrar. O ator está no elenco de quatro das cinco novelas que a emissora tem na grade hoje, sendo uma delas inédita e três reprises.

Ele dá vida ao “meio vilão” Renzo, de “Salve-se Quem Puder”, que vai ao ar às 19h; ao cozinheiro Vicente, em “Império” (2014-2015), reprisada na faixa das 21h; a Rodrigo, na reprise de “A Vida da Gente” (2011), às 18h; e a Jorgito, em “Ti ti ti” (2011), no Vale a Pena Ver de Novo.

Apesar desse trabalho vasto, Cardoso celebra atualmente o sucesso em outra área, após encontrar espaço, nos últimos meses, para pôr em prática o que chamou de projeto de vida: a agricultura sustentável em sua fazenda.

Há sete anos, ele é dono da Fazenda Casulo, que fica em Cachoeira de Macacu, região serrana do Rio de Janeiro, e, com a chegada da pandemia do novo coronavírus, ele se isolou na propriedade e se dedicou ao projeto, que andava devagar devido à agenda cheia do ator.
“Eu me isolei na fazenda e vi que o universo está me dando a possibilidade de desenvolver o projeto da minha vida, de cuidar da terra e tornar a agricultura sustentável”, disse Cardoso durante o 5º Fórum Agronegócio Sustentável, organizado pela Folha.

Ele diz também que a incerteza e o medo de morrer diante da pandemia o fizeram repensar suas prioridades. “Quando surgiu a Covid, pensei: ‘se eu morrer agora, para que eu vim aqui? Amo meu trabalho de artista, mas o que move minha vida?’ De coração, hoje, é o plantio de agrofloresta”, disse.

Cardoso, sua esposa, Mariana Bridi, 36, e os dois filhos do casal, de 5 e 2 anos, tiveram coronavírus em setembro do ano passado. O casal teve apenas sintomas leves, enquanto as crianças passaram pela recuperação assintomáticas.

Além do trabalho intenso na TV, o ator tinha outros investimentos, como três restaurantes no Rio de Janeiro e uma fábrica de suco -empreendimentos dos quais ele vem se desligando.

“Comecei a jogar todas as minhas fichas [na fazenda]. Como empreendedor, vi uma gama de possibilidades dentro de um empreendimento sustentável”, afirmou. Ele e a esposa, Mariana Bridi, 36, fecharam o restaurante Puro no meio do ano passado.
A Fazenda Casulo usa as práticas da agrofloresta para produzir alimentos orgânicos, que são vendidos com um sistema de entrega para o Rio de Janeiro e Niterói.

A agrofloresta é um sistema de plantio que usa diversos tipos de plantas e busca um equilíbrio do ecossistema do solo e se opõe à agricultura extensiva. O objetivo não é só plantar, mas manter a biodiversidade e a qualidade da terra e eventualmente recuperar áreas degradadas.

O ator também contou que a fazenda tem um projeto com o G10 Favelas, grupo de empreendedores de impacto social, em que doa seu excedente de produção para comunidades.

Cardoso tem mais duas propriedades, uma delas em Capitólio (MG), onde ele planeja criar uma unidade de conservação ambiental.