Numa manhã histórica para a regional do Alto Acre, o governador Gladson Cameli assinou nesta quinta-feira, 10, a ordem de serviço para a execução do contorno rodoviário dos municípios de Brasileia e Epitaciolândia, uma obra aguardada com muita ansiedade por todos os moradores da região.

Ordem de serviço foi assinada nesta quinta-feira. Foto: Diego Gurgel/Secom

O anel viário terá um contorno pela BR-317 de 10,30 quilômetros, junto a uma ponte de 250 metros, sendo 4,18 quilômetros em Brasileia e 6,12 em Epitaciolândia, beneficiando toda uma população, que ultrapassa 50 mil pessoas, num investimento de R$ 60 milhões em recursos oriundos do governo federal, que deverá ser executado em dois anos.

Bastante feliz por finalmente ter conseguido dar prosseguimento ao convênio da obra, parado desde 2016, o governador Gladson Cameli reforçou que este é mais um momento de superação à crise da pandemia e de um novo momento da recuperação do Acre.

“São situações como essa que fazem valer a pena a gente ser político. O tempo e a burocracia às vezes nos atrapalham muito, mas não adianta colocar a carroça na frente dos bois. Obrigado ao presidente da República, por ter atendido todos os pedidos do Acre, além do Dnit, Deracre e Seinfra, mas, principalmente, àquele que está na ponta, o servidor debaixo do sol, direto na realização da obra. Ainda estamos vivendo um momento muito difícil com essa pandemia em todo o mundo, mas já estamos vencendo o jogo, com vacinação garantida, e vamos seguir mais do que nunca pelo desenvolvimento do Acre”, destacou o governador em sua fala.

Realização de um sonho

O anel viário é hoje um dos maiores sonhos da região, numa alternativa rodoviária pela BR-317, considerada uma das mais importantes do país, pois liga o Brasil ao Oceano Pacífico, tornando toda a região uma rota turística e comercial. Atualmente, a rodovia atravessa as duas cidades, gerando uma série de conflitos urbanos.

Assinatura da ordem de serviço foi prestigiada pelos moradores da região. Foto: Diego Gurgel/Secom

A consequência principal é o intenso tráfego nos dois municípios, com incidência elevada de veículos pesados e de passeio locais, e consequentemente um número elevado de acidentes, junto ao desgaste rápido das principais vias. Além disso, o anel desafogará o fluxo da ponte urbana que liga os dois municípios e que funciona com uma única faixa de trafegabilidade, que é controlada por sinalização e nos horários de pico gera longas filas de veículos.

O superintendente regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Carlos Henrique de Assis, esteve presente ao evento e destacou: “Somos gratos ao governador por ter uma superintendência regional no Acre, facilitando o acompanhamento de obras e diminuindo a burocracia. E essa é uma obra prioritária pelo Ministério da Infraestrutura. Esse é um convênio desde 2016, mas que toma forma apenas agora, após esforços do próprio governador Gladson Cameli”.

A gratidão de um povo

Como um sonho da população do Alto Acre de quase 20 anos, o início das obras do anel viário também chegou para todos com um sentimento de gratidão.

A prefeita de Brasileia, Fernanda Hassem, reforçou que este é um momento de unir esforços pela superação de desafios e agradecer sempre pelas conquistas.

Governador agradeceu ao empenho de todos para o andamento do convênio. Foto: Diego Gurgel/Secom

“Hoje é um dia de gratidão. E a gratidão precede a honra. Porque essa é a ordem de serviço que ultrapassa os sonhos de Brasileia e Epitaciolândia, com toda uma região que sai beneficiada. Já tivemos alagações desastrosas aqui em 2012 e 2015. Eu peço esse anel viário desde que era vereadora. Mas hoje esse pontapé inicial é dado com a assinatura do governador e a chegada da empresa, que vai contratar filhos da nossa terra para a obra”, destacou.

O prefeito de Epitaciolândia, Sérgio Lopes, completou: “Nós estamos muito felizes com essa obra. O governador está trazendo, para nossa população, a esperança, a renovação de sonhos. Cresce a expectativa dos nossos empresários e produtores. Essas obras de infraestrutura fazem com que as pessoas acreditem no governo e tenham coragem de empreender e produzir cada vez mais”.

O evento contou ainda com a presença da senadora Mailza Gomes, da deputada federal Wanda Milani e dos deputados estaduais Luiz Gonzaga e Antônio Pedro.

O governador Gladson Cameli aproveitou para realizar a entrega de uma caminhonete para o Deracre e uma ambulância para o Corpo de Bombeiros da região, que atuará em emergências nos dois municípios.