A ginasta norte-americana Simone Biles justificou hoje com problemas de saúde mental a saída prematura da prova por equipes feminina de ginástica artística dos Jogos Olímpicos Tóquio2020, afirmando que tem lutado contra “demônios na cabeça”.

“Assim que piso o praticável sou só eu e a minha cabeça a lidarmos com demônios (…). Tenho de fazer o que é melhor para mim e focar na minha sanidade mental e não comprometer a minha saúde e o meu bem-estar”, afirmou a tetracampeã olímpica de ginástica artística na Rio2016.

A norte-americana Simone Biles desfalcou hoje a seleção dos Estados Unidos em plena final feminina por equipes de Tóquio2020, aparentemente devido a lesão.

Leia Também: Simone Biles é retirada de final por equipes na ginástica e vive drama em Tóquio