No encerramento da 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, Chapecoense e América-MG fazem um confronto direto contra o rebaixamento nesta segunda-feira, às 20 horas, na Arena Condá, em Chapecó-SC.

Único time que ainda não venceu, a Chapecoense amarga a lanterna, com apenas quatro pontos conquistados em 15 partidas. Também na zona de rebaixamento, o América-MG tem 14 pontos e defende uma invencibilidade de três jogos.

A sequência de oito derrotas deixou o clima pesado na Chapecoense e a semana foi marcada por saídas de dirigentes. O vice-presidente Mano Dal Piva renunciou ao cargo e o coordenador técnico André Martins acabou sendo desligado.

Dentro de campo, o técnico Pintado também vai realizar mudanças. O goleiro João Paulo deixa o time para a entrada de Keiller. Ainda na defesa, Jordan faz sua estreia, pois Ignácio, Felipe Santana e Derlan não reúnem condições – os dois primeiros estão no departamento médico e o terceiro será poupado após ter reação da vacina contra a Covid-19.

Satisfeito com a apresentação do time na vitória sobre o Fluminense, por 1 a 0, na última rodada, o técnico Vágner Mancini não deve mexer na escalação do América-MG, já que não tem novas baixas por suspensão. O lateral-direito Eduardo e os atacantes Yan Sasse e Ribamar continuam em tratamento no departamento médico.

“É um jogo importante para as duas equipes. A gente precisa somar pontos, e eles ainda não venceram no campeonato. Então, vai ser um jogo importante e duro. Nós sabemos da dificuldade que é jogar na Arena Condá, mas estamos indos preparados e prontos para vencer o jogo”, disse o volante Ramon.