A deputada federal Vanda Milani destacou ontem (16) em Xapuri, investimentos do governo do Acre em parceria com o governo federal e os municípios que transformam o estado em um verdadeiro canteiro de obras. A parlamentar acompanhou o governador Gladson Cameli na assinatura de ordens de serviços para recuperação de ramais, entrega de equipamentos para patrulha mecanizada e a entrega de uma balsa.

“O momento é de implementar ações que possam ajudar os municípios na recuperação econômica. O governo acerta em buscar parcerias sem ver cores partidárias. O governo tem aliados de primeira hora na sua bancada federal e com essa união quem ganha é a população que mais precisa” analisou a deputada.

Somente em Xapuri foram destinados no conjunto de ações, um pacote que inclui a recuperação do Ramal Tupé e a entrega da Balsa Tauary, que atenderá o ramal Tabocal. Além dos benefícios em infraestrutura, foram entregues uma motoniveladora, avaliada em R$ 803 mil reais, uma pá carregadeira, avaliada em mais de R$ 472 mil reais, e um caminhão basculante, avaliado em R$ 354 mil reais. A deputada lembrou a aplicação de recursos que ela vem disponibilizando.

“Destinei emendas para que também sejam realizadas melhorias na região de Xapuri. Essa é a forma que temos para agradecer por tudo que a população tem feito por nós. É a melhor maneira de fazer nosso estado crescer”, analisou a parlamentar.

Vanda Milani garantiu emenda parlamentar de R$ 2 milhões para a manutenção de 11 quilômetros do Ramal Mucambo II, obra já concluída que garantiu acesso a três escolas e unidades de saúde na região, além de 8 quilômetros de manutenção no Ramal Tupá II. Os serviços foram executados via Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Políticas Indígenas, comandada pelo secretário Israel Milani.

Durante a solenidade, Vanda Milani disse ainda que melhorar os acessos da população que mora nas florestas é fundamental. “As pessoas que moram aqui precisam ter condições para se locomover, precisam de acesso a saúde, a educação e também precisam escoar os seus produtos extrativistas”, concluiu.