SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A ausência do chef Henrique Fogaça, 47, da prova de eliminação do MasterChef Brasil (Band) desta terça-feira (17) chamou a atenção de fãs do programa nas redes sociais e alimentou especulações.

A apresentadora Ana Paula Padrão explicou que o jurado teve um “problema pessoal”, mas internautas lembraram da queda sofrida por Fogaça durante as gravações do programa.

“O jurado teve um corte superficial na cabeça e foi prontamente atendido pela equipe médica da Band”, informou nota da emissora sobre a queda, ocorrida no dia 30 de julho. “Ele está bem e foi encaminhado para o Hospital Albert Einstein, onde passa por exames de praxe. As gravações desta sexta-feira foram canceladas”, finalizou o comunicado.

No sétimo episódio da temporada, a eliminada foi a baiana Cristina, 51. Ela não se deu bem na prova que pedia a criação de um prato com ingredientes indígenas.

O desafio contou com a presença de Kali Maracaia, uma das primeiras chefs indígenas do país. O desafio da culinária indígena foi vencido pela advogada Kelyn, 28. Ela preparou um pintado com terrine de mandioca, molho de tucupi com banana e farofa de castanhas.

Em busca da retomada dos velhos e áureos tempos de boa audiência, a oitava temporada do MasterChef versão amadores estreou no início de julho apostando no antigo formato e em uma dinâmica mais acirrada para agradar ao público.

“Procuro ver só o potencial de cada um. Eu não tenho preferência por candidatos, mas trabalhamos com sonhos. Eventualmente eu choro, mas não quer dizer que estou apegado”, disse Fogaça ao comentar a atual edição da atração.