O passeador de cães de Lady Gaga, que foi alvejado há pouco tempo enquanto estava com os animais da cantora durante de um assalto, afirmou que se sente “abandonado e sem apoio”.

“Esta não é uma coisa fácil de pedir”, afirmou Ryan Fischer, de 40 anos, numa página de angariação de fundos onde pede 40 mil dólares para conseguir comprar um carro e dirigir pelos Estados Unidos. 

Fischer começou esta viagem depois de ter ficado internado num hospital em Los Angeles. “Às vezes estava assustado. Sozinho. Senti-me abandonado e sem apoio. Tive longos momentos de depressão, dúvida e pena de mim”, afirmou. 

“Sem carro, apartamento, e ficando sem poupanças e sobrevivendo à custa de doações de pessoas generosas, estou humildemente pedindo a ajuda de vocês”, escreveu no Instagram. 

O seu objetivo é conseguir viajar ao mesmo tempo que ultrapassa o trauma com que ficou. 

Até ao momento, os representantes de Lady Gaga ainda não comentaram o assunto.