A Guarda Nacional Republicana (GNR) de Portugal revelou, esta quinta-feira (19), que deteve, ontem, um homem, de 67 anos, por não cumprir confinamento obrigatório a que estava sujeito, por conta da pandemia, no concelho de Covilhã.

Em comunicado, a força militar conta que o homem foi flagrado durante uma ação de patrulhamento para garantir o cumprimento do dever de confinamento obrigatório. 

Na ocasião, elementos da GNR verificaram que o suspeito tinha se ausentado do domicílio, localizaram-no e acabaram por o deter.

Entretanto, os fatos foram remetidos ao Tribunal Judicial de Covilhã.

Na mesma nota, a GNR aproveitou para recordar que ficam em confinamento obrigatório no domicílio ou noutro local definido todos os doentes com Covid-19 ou qualquer cidadão cujo as autoridades tenham determinado vigilância ativa. A violação do confinamento obrigatório constitui crime de desobediência.