Gladson Cameli assina protocolo de intenções para criar condições para o crescimento da indústria e do comércio de alimentos em larga escala no estado

O governador Gladson Cameli assinou documento com ao menos sete metas essenciais, que serão colocadas em prática pelo poder público e pela iniciativa privada, para o fortalecimento da indústria e do comércio de alimentos no Acre, em solenidade no início da tarde desta sexta-feira, 27, no espaço Afa Jardim, em Rio Branco.

Representantes das principais marcas alimentícias do Acre em encontro com o governador Gladson Cameli, nesta sexta-feira, 27; objetivo é alavancar o setor por meio de incentivos do governo do Estado do Acre Foto: Marcos Vicentti/Secom

O evento, chamado de 1ª Amostra de Indústrias de Produtos Alimentares do Estado do Acre, foi organizado pelo Sindicato das Indústrias de Produtos Alimentares do Estado do Acre (Sinpal) e tem o apoio do Movimento Indústria Amiga Acreana, que é puxado pela Federação das Indústrias do Acre, a Fieac.

Governador Gladson Cameli fala para empresários do setor de alimentos; governador garantiu suporte público estadual para o crescimento da indústria alimentícia no estado Foto: Marcos Vicentti/Secom

Após caminhar por cada um dos 22 estandes das marcas presentes, e conhecer mais sobre seus produtos, Cameli assinou protocolo de intenções para que o governo do Estado contribua com medidas para alavancar o setor, que somente de 1º de janeiro deste ano até esta sexta-feira, 27, permitiu ao estado uma arrecadação de quase R$ 300 milhões do Imposto Sobre Circulação de Mercadoria e Serviços, o ICMS. A contribuição exata foi de R$ 269.307.564,24, segundo a Secretaria de Estado de Fazenda.

Governador Gladson Cameli assina protocolo de intenções com pontos que vão permitir alavancar o setor da indústria alimentícia no Acre Foto: Marcos Vicentti/Secom

Entre os pontos sugeridos pelos empresários da alimentação estão o retorno do processo de compras da merenda escolar, logo que as aulas presenciais se reiniciarem, a volta da refeição complementar – idealizada no governo Gladson Cameli, mas estagnada com a chegada da pandemia de Covid-19 e o fim das aulas presenciais –, e a sanção de um decreto preferindo a compra de produtos das indústrias locais em relação às de outras estados.

Neste sentido, além do decreto priorizando as empresas locais, a ideia é que seja criada também uma resolução para proteger o mercado local, taxando produtos similares que vierem de outros estados.

Empresários do setor de panificação se fizeram presentes ao evento; governo vai garantir a venda de produtos para a alimentação escolar, logo que após a volta das aulas presenciais Foto: Marcos Vicentti/Secom

Para os representantes do setor, o governador disse entender que o “Acre produz” e que “é preciso acreditar no potencial econômico e industrial local, reduzindo o intervalo entre a teoria e a prática”.

Governador Gladson Cameli posa para a foto com empresários do setor de refrigerantes; ideia é valorizar a indústria alimentícia acreana Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Continuem apostando. Nos ajudem a entender e a executar o que vocês precisam. A partir de hoje, vamos determinar uma data para que nós, do governo, possamos entregar o que está sendo pactuado com vocês, neste momento, pelo crescimento do estado”, afirmou Gladson Cameli.

Representantes das principais marcas alimentícias do Acre em encontro com o governador Gladson Cameli, nesta sexta-feira, 27; objetivo é alavancar o setor por meio de incentivos do governo do Estado do Acre Foto: Marcos Vicentti/Secom

A 1ª Amostra de Indústrias de Produtos Alimentares do Estado do Acre segue na esteira do movimento pelo crescimento da indústria e do comércio iniciado na quarta-feira, 25, em Cruzeiro do Sul, com o Seminário de Associações Comerciais do Juruá, no auditório do Senac de Cruzeiro do Sul, do qual o governador Gladson Cameli participou com representantes de todas as associações comerciais dos municípios acreanos e a classe empresarial.

Ao microfone, José Luiz Felício, presidente do Sinpal, com parte da diretoria do sindicato Foto: Marcos Vicentti/Secom

Para o presidente do Sinpal, José Luiz Assis Felício, que também é sócio-proprietário dos Produtos Miragina, “a qualidade dos produtos produzidos no Acre não deixa a desejar a de nenhum outro estado”.

Governador Gladson Cameli fala para empresários do setor de alimentos; governador garantiu suporte público estadual para o crescimento da indústria alimentícia no estado Foto: Marcos Vicentti/Secom

“Para isso, governador Gladson, as pessoas investiram em processos industriais, em máquinas e embalagens. Isso nos orgulha muito, porque vemos empresários compromissados com o que estão oferecendo e que agora, precisam do apoio imprescindível do Executivo estadual e da classe política para gerar ainda mais emprego e renda”, destacou Felício.

Governador visita estandes de empresas, 22 no total, para ouvir os anseios dos expositores Foto: Marcos Vicentti/Secom

Também participaram do evento Eliane Sinhasique, secretária de Estado de Turismo e Empreendedorismo, Socorro Nery, secretária de Estado de Educação, Cultura e Esportes, Amarísio Freitas, representando a Secretaria de Estado de Fazenda, o controlador-geral do Estado, Luís Almir Brandão Soares e o procurador-geral do Estado, João Paulo Setti Aguiar.