Um homem identificado como Josué Pereira Gomes, de 39 anos, foi morto a tiros na noite desse sábado (28) na Serra do Moa, Residencial Rosalinda, no Segundo Distrito de Rio Branco. Segundo a polícia, Gomes era monitorado do tornozeleira eletrônica e foi morto com pelo menos 12 tiros em frente a uma igreja do bairro.

A vítima conversava com um pastor na hora do crime. O homem não ficou ferido.

A polícia informou também que dois homens chegaram em um carro preto e pararam uma rua antes. Eles desceram e foram até a igreja e atiraram pelo menos 12 vezes.

Gomes estava sentado em uma cadeira e morreu no local. Após os disparos, a dupla fugiu dentro do veículo.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas a vítima já estava morta. O corpo foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) da capital acreana para exames cadavéricos.

As polícias Civil e Militar isolaram a área e os peritos também estiveram no local. O G1 tenta contato com a Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

G1.com