SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A atriz Carla Daniel, 55, filha do diretor e ator Daniel Filho, desabafou nesta terça-feira (31) nas redes sociais sobre a morte do marido, o publicitário Sérgio José Coutinho Stamile. Ela questionou a falta de manutenção do Parque Garota de Ipanema, zona sul do Rio, onde ele foi encontrado morto no dia 10 de agosto.

Carla publicou no Instagram um texto da irmã do publicitário, Camila Jonker. Ela mencionou que precisou acontecer um assassinato para a Secretaria Municipal de Conservação do Rio de Janeiro agir e consertar os portões do parque.

“Rapidamente, agora, tomam providências para consertar os portões, que, por falta de manutenção, ficavam permanentemente abertos. Sim, isso ajudou o local a ser frequentado por moradores de rua e usuários de drogas”, escreveu.

A atriz também respondeu às pessoas que questionam o que Stamile estava fazendo no interior do parque quando foi atacado por dois homens, com quem havia acabado de discutir.

“O parque serve de atalho da praia para a rua Bulhões de Carvalho, onde morava. Quem frequenta a região sabe disso! Pode ter entrado para atalhar a volta para casa”.

A atriz explicou que na gruta onde o marido foi atacado há a imagem da Santa Sara e ele gostava de ir lá rezar e meditar. “Era muito espiritualizado. Era um dos locais que mais gostava no Arpoador”.

Carla terminou o desabafo falando que o marido não teve culpa de ser vítima de um assassinato e pediu para respeitarem o momento de sofrimento que a família está passando. “As pessoas tendem a questionar a culpa da vítima num caso como esse. Não, a culpa não é da vítima”, enfatizou.