A quarta-feira, 1, foi um dia movimentado na Assembleia Legislativa do Estado do Acre (Aleac) com diversos projetos  e vetos para serem apreciados pelos parlamentares.

O deputado Nicolau Júnior (Progressistas), presidente da Aleac, destacou dois assuntos que considera de extrema importância para o estado. O primeiro trata da rapidez com que passou pelas comissões, o projeto que prevê do governo do Estado, um auxílio financeiro para aquisição de notebook e pagamento de internet aos professores que estão em sala de aula.


Pela proposta, professor, gestor pedagógico e diretor de ensino, que estiverem efetivamente em sala de aula, irão receber um repasse em única parcela de até R$ 4.500 para comprarem um computador, mais um repasse de R$1.800,00 para pagamento do plano de internet. R$ 1.800 creditado em até 18 parcelas, sendo a primeira referente ao mês de julho de 2021 e a última a ser paga até 31 de dezembro de 2022.

Graças a uma emenda coletiva dos deputados estaduais, o valor do programa saltou de R$ 44 para R$ 55 milhões de reais, atendendo uma parcela ainda maior dentro da educação em todo o estado.

“Quero parabenizar a secretária Socorro Neri pela iniciativa. Sabemos que hoje a tecnologia é ferramenta indispensável nas escolas. Não poderia deixar de registrar o compromisso de todos os deputados estaduais que fizeram com que o projeto tramitasse rápido pelas comissões e fosse aprovado por unanimidade nesta quarta”, disse Nicolau.

O presidente da Aleac também destacou o Projeto de Lei que trata da extinção do Instituto de Gestão em Saúde do Acre (Igesac). Nicolau tem garantido que a grande preocupação da assembleia é a garantia da manutenção dos mais de 900 empregos do instituto.

“Parabenizar o líder do governo, deputado Pedro Longo, que nos representou em conversas com o sindicatos, a gestão, PGE, para que tenhamos a garantia desses empregos que são responsáveis pelo sustento de milhares de pessoas. A população vai ser sempre o nosso principal compromisso”, afirma Nicolau.