A Xiaomi confirmou a entrada no mercado de automóveis elétricos e registrou o nome da nova divisão “Xiaomi Automobile”.

De acordo com o GizmoChina, esta nova divisão da Xiaomi terá um capital equivalente a 1,3 mil milhões de euros, ficando sob responsabilidade direta do fundador e CEO da empresa chinesa, Lei Jun.

Recordar que a Xiaomi já havia manifestado a intenção de entrar neste novo mercado, tendo até contratado 300 trabalhadores dedicados à nova divisão. É provável que a Xiaomi venha a ‘engrossar’ a contratação de trabalhadores que ajudarão a desenvolver carros elétricos.