SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Kanye West, 44, teria admitido que traiu sua ex-mulher, a socialite e empresária Kim Kardashian, 40, em sua música “Hurricane”, do novo álbum “Donda”. Na faixa, o cantor fala sobre uma “nova garota” e que “ainda está brincando depois de duas crianças”.

O rapper traiu Kim enquanto ele lutava contra o abuso de álcool, de acordo com o Page Six , que relatou pela primeira vez sobre a suposta traição. “A música é de certa forma seu testemunho de tudo o que ele fez de errado e assumindo a responsabilidade pelo colapso do casamento”, disse uma fonte ao Page Six.

Outra fonte afirmou que a “nova garota” da música não era a modelo Irina Shayk, com quem Kanye estaria namorando.

Apesar da infidelidade aparentemente admitida, fontes disseram ao site que essa não foi a gota d’água que fez com que Kim colocasse fim ao casamento, em fevereiro. A luta do cantor contra o álcool também prejudicou o relacionamento.

Um representante do rap não retornou o pedido de comentário do Page Six. Kim pediu o divórcio em fevereiro, após sete anos de casamento. Ela teve mais dois filhos com West antes de terminar de pedir o divórcio.

Recentemente o cantor também virou notícia ao entrar com um pedido na justiça para mudar seu nome completo Kanye Omari West para simplesmente ‘Ye’, apelido que ele usa há anos, segundo o site TMZ.

No processo, West diz que a sua decisão para a mudança do nome é por “motivos pessoais”. O rapper não forneceu nenhuma explicação adicional.

Na Califórnia, mudanças de nomes costumam ser aceitas facilmente a menos que exista evidências de que tem o objetivo de cometer fraudes, segundo o TMZ.

O curioso com a mudança é que West também vai retirar seu nome do meio, Omari, que ele sempre demonstrou orgulho devido sua herança familiar.

Kim disse que ela e os filhos continuarão com o sobrenome West mesmo após o ex-marido mudar o nome. Fontes próximas ao ex-casal disseram ao TMZ que é importante para Kim manter o sobrenome dos quatros filhos do casal: North, Psalm, Chicago e Saint.

Mesmo assim, Kim apoia a decisão dele de usar seu apelido Ye. A fonte disse que ela acredita que as pessoas continuarão reconhecendo o ex-marido como Kanye West, mesmo ele mudando de nome.