Um homem que tentou fingir um atropelamento foi desmentido depois de uma câmera no carro envolvido no caso ter filmado todo o incidente.

Arthur Bates Jr., de 47 anos, alegou ter sido atropelado numa estação de serviço na cidade Slidell, no Louisiana, EUA, e que o responsável havia fugido.

A polícia foi chamada ao local e depois de identificar o condutor do carro responsável pelo acidente, um Tesla, acabou descobrindo que Arthur estava a mentindo.

O proprietário do veículo viria a revelar que o carro tinha câmeras e tinha filmado o incidente. Confrontado com as imagens, Arthur acabou por admitindo que tinha mentido.

Arthur foi acusado por falso juramento e pode incorrer numa multa entre 500 e 6 mil reais.