SÃO PAULO, SP (UOL-FOLHAPRESS) – A final do Mundial de Surfe (WSL Finals), que ocorreria na manhã desta quinta-feira (9), foi adiada por conta das condições da praia de Lower Trestles, na Califórnia (EUA).

Em comunicado, a organização do evento disse que uma nova tentativa para que a bateria aconteça será realizada amanhã.

Como a “janela” para a decisão vai até o dia 17 e as baterias devem ser disputadas no mesmo dia, não há grande preocupação nos bastidores da liga.

O mais provável, aliás, é que a etapa ocorra entre domingo (12) e segunda-feira (13), quando as ondas estarão mais fortes na região.

Os brasileiros Gabriel Medina, Italo Ferreira e Filipe Toledo estão entre os cinco finalistas da WSL – o norte-americano Conner Coffin e o australiano Morgan Cibilic também participam da final.

No feminino, a brasileira Tatiana Weston-Webb ocupa a 2ª posição no ranking e está na briga pelo título ao lado de Carissa Moore, Sally Fitzgibbons, Stephanie Gilmore e Johanne Defay.