O governo do Acre, por meio Departamento de Estradas de Rodagem (Deracre), segue com os serviços de manutenção em ramais que ficam no entorno da rodovia AC-90, conhecida como Transacreana, em Rio Branco.

Nesta semana, a gestão Gladson Cameli concluiu mais uma etapa de reestruturação do Ramal Macapá, localizado no km 58 da via estadual, após o Ramal Liberdade, no Projeto de Assentamento (PA) Figueira, na zona rural da capital.

Cerca de 9 quilômetros de extensão do Ramal Macapá receberam intervenções de abertura da via, raspagem, desvio de águas superficiais, retirada de atoleiros, limpeza de bueiros, estabilização do solo e recuperação de pontes.

“O período de estiagem é o momento ideal para executar as manutenções em ramais. Por isso, intensificamos todos os serviços naquela região do Macapá, concluindo as obras e oferecendo melhor trafegabilidade aos veículos dos moradores”, relata o agente técnico do Deracre, Edmar de Souza.

Cerca de 9 quilômetros do Ramal Macapá receberam intervenções que auxiliarão a trafegabilidade no local. Foto: Luiz Anute/Deracre

Além do quesito mobilidade, as melhorias no Ramal Macapá impactam diretamente o processo de escoamento de diversos produtos agrícolas, pois os agricultores que residem nas intermediações da Transacreana são os principais fornecedores dos mercados e feiras livres de Rio Branco.

“Outro ponto em destaque é que, a partir dessas obras em ramais, o Estado pode promover novas políticas públicas nessas regiões, e assim melhorar a qualidade de vida dos moradores da zona rural. Isso é um dos principais objetivos do governador Gladson Cameli”, destaca o diretor de Desenvolvimento Regional do Deracre, Tony Roque.

Edmar de Souza, agente técnico do Deracre, acompanhou o cotidiano da manutenção no Ramal Macapá. Foto: Luiz Anute/Deracre

Jeana Silva, produtora rural que reside às margens do Riozinho do Rola, expressou sua alegria em ver as melhorias no Ramal Macapá. Segundo ela, qualquer tipo de intervenção feita anteriormente na referida estrada vicinal era custeada pelos moradores da região.

“Para ver alguma máquina arrumando o nosso ramal, tínhamos que alugar tratores, com o dinheiro do nosso bolso. Esse gasto a mais nos prejudicava. Este ano as coisas foram diferentes, pois o governador Gladson Cameli se lembrou da gente e mandou os maquinários do Deracre pra cá”, disse.

A agricultura Jeana Silva falou da satisfação de observar as ações do Estado no Ramal Macapá. Foto: Luiz Anute/Deracre

Assim como no Ramal Macapá, o governo concluiu a manutenção dos ramais Igrejinha, Noca, Peladeiro e Castanheira. Os trabalhos estão na etapa final nas seguintes estradas vicinais: Liberdade, Garça, Trincheira, Jacaré, Saracura, Didi, São Raimundo, Seis Irmãos, Bom Destino e Jarinal.