Pelo menos três pessoas morreram, incluindo uma menina de 11 anos, numa explosão de gás num prédio de habitação em Solidarnost, uma vila a sul de Moscou, na Rússia.

A explosão destruiu parcialmente o edifício de dois andares, segundo relatos do autarca da região de Lipetsk à Reuters.

Há ainda seis feridos, cinco dos quais foram hospitalizados, referiu o responsável pela agência de emergências locais.

Os investigadores federais deram conta à agência que a explosão ocorreu no centro do prédio e que foi aberta uma investigação criminar por não terem sido cumpridos requisitos de segurança.