Neymar, Lionel Messi e Kylian Mbappé iniciam, nesta quarta-feira, na Bélgica, a missão para tornar o Paris Saint-Germain um dos grandes times da Europa. Para isso, o time francês precisa conquistar o título da Liga dos Campeões e o primeiro passo será diante do inexpressivo Club Brugge, em duelo válido pelo Grupo A, que conta também com o Manchester City, vice-campeão na temporada passada, e o alemão RB Leipzig.

Apesar de toda a expectativa pelo desempenho do badalado trio, o técnico Mauricio Pochettino preferiu não assumir o favoritismo pela conquista do título, que jamais foi para Paris. “O time a ser batido é o Chelsea, que venceu no ano passado e se reforçou com mais dinheiro do que o PSG”, disse o treinador argentino. “Ainda não somos um time formado, temos que trabalhar para igualar o que fez o Chelsea na temporada passada.”

O imenso investimento feito na formação da equipe nos últimos anos só rendeu uma decisão no principal torneio de clubes da Europa, mas o objetivo não foi alcançado há duas temporadas com a derrota na final para o Bayern de Munique.

Para o primeiro duelo, Pochettino não poderá contar com dois atletas importantes do seu elenco: o volante Verratti, com uma lesão no joelho esquerdo e o zagueiro Sergio Ramos, com um problema muscular na coxa esquerda.

O Grupo B promete ser um dos mais disputados. Na Inglaterra, o Milan, sem Ibrahimovic (lesionado) visita o Liverpool. O técnico Stefano Pioli vai decidir no vestiário o substituto entre Olivier Giroud e Ante Rebic.

No Liverpool, o técnico Jurgen Klopp não poderá contar com o meio-campista Harvey Elliott, submetido a uma cirurgia no tornozelo para reparar uma fratura e o rompimento de ligamentos, lesões sofridas na vitória por 3 a 0 sobre o Leeds na rodada do fim de semana do Campeonato Inglês.

No outro confronto da chave, o Atlético de Madrid encara o Porto com uma obsessão pelo título comparável ao do PSG, mas sem tanto investimento. Vice duas vezes, o técnico Diego Simeone aposta no poder de seu ataque para alcançar as oitavas. O argentino não quis revelar quem fará dupla com Luis Suárez. João Félix, Antoine Griezmann e Correa são as opções.

“O caminho é feito caminhando. Conhecemos a competição e sabemos as dificuldades que teremos devido ao grande equilíbrio do grupo onde vamos competir”, afirmou Simeone.

No San Siro, em Milão, Grupo D,o Real Madrid, dono de 13 taças, vai enfrentar uma renovada Internazionale de Milão, sob a orientação do italiano Carlo Ancelotti, que comandou o time espanhol na conquista do décimo título. O tradicional time entra na disputa sem a mesma força de outros anos, mas aposta no entrosamento de Luka Modric, Vinicius Jr, Karim Benzema e Eden Hazard. Os italianos vão tentar se vingar da eliminação sofrida para os próprios italianos na temporada passada.

Sheriff, da Moldávia, e Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, também fazem parte da chave e, teoricamente, não possuem condições para brigarem por uma vaga nas oitavas de final.

Besiktas x Borussia Dortmund e Sporting x Ajax são os duelos previstos para o Grupo C, completando a rodada de abertura da Liga dos Campeões.