Um asteroide com diâmetro medindo entre 42 e 94 metros passou raspando pela Terra no dia 16 de setembro, surpreendendo pesquisadores. Os astrônomos só se deram conta da passagem dele no dia seguinte. Ou seja, a rocha espacial não foi detectada a tempo por agências como a NASA.

Asteroide passou despercebido

Segundo os pesquisadores, o asteroide não foi detectado porque estava em uma espécie de ponto cego. Batizado de 2021 SG, o objeto espacial se aproximou da Terra vindo da direção do Sol, o que prejudicou seu avistamento. Na maioria das vezes, os asteroides detectados pela NASA vêm da direção oposta.

Astrônomos calcularam que o asteroide passou muito perto, a cerca de metade da distância entre a Terra e a Lua, que é de aproximadamente 384.400 km. De acordo com o site EarthSky, o 2021 SG estava viajando a uma velocidade de 85.748 km/h. Pelos critérios da NASA, são considerados potencialmente perigosos os objetos com mais de 140 metros de diâmetro que se aproximam do nosso planeta a uma distância de 0,05 unidades astronômicas (ou 6 milhões de quilômetros). 

Apesar de não ser classificado como objeto potencialmente perigoso, caso o 2021 SG atingisse nosso planeta, poderia causar estragos semelhantes aos do objeto espacial que se desintegrou sobre Chelyabinsk, na Rússia, em 2013. Na ocasião, o incidente criou uma onda de choque que quebrou janelas em seis cidades do país, ferindo 1500 pessoas atingidas por cacos de vidro.