O dia foi de recomeço para milhares de estudantes e profissionais da Educação pública do Acre. Após um ano e sete meses de suspensão causada pela pandemia do novo coronavírus, as aulas presenciais foram retomadas, com todos os cuidados sanitários, nesta segunda-feira, 4, em 495 escolas da rede estadual de ensino.

Nesta segunda-feira, 4, as aulas presenciais na rede estadual de ensino foram retomadas em 495 escolas. Um dia de recomeço para a Educação pública do Acre Foto: Marcos Vicentti/Secom

Com a presença do governador Gladson Cameli, a Escola Estadual Franklin Roosevelt, em Plácido de Castro, reiniciou as atividades em sua estrutura física. A unidade, que é uma das mais antigas do município, atende 513 estudantes do 1º ao 9º ano do ensino fundamental. Neste primeiro momento, por medidas de segurança e controle, apenas 50% dos alunos retornarão às salas de aula.

Em sua fala, Cameli se emocionou ao lembrar dos grandes desafios enfrentados no pico da Covid-19, principalmente das pessoas que não resistiram ao vírus. De acordo com o chefe de Estado, a retomada das aulas é uma conquista da sociedade e a demonstração que o Acre está superando a doença de uma vez por todas.

Para Gladson Cameli, retomada das aulas presenciais é uma vitória do povo acreano. Na imagem, o gestor recebe o carinho de uma estudante da rede pública Foto: Marcos Vicentti/Secom

“O mundo ficou de joelhos para esse vírus e aqui no Acre não foi diferente. Porém, com muita coragem e determinação, o governo e os demais órgãos deram as mãos para superarmos essa pandemia. Infelizmente, tivemos muitos prejuízos, como foi a suspensão das aulas. Hoje, mais de um ano e meio depois, o retorno das aulas presenciais é uma vitória do povo acreano. Vamos recuperar o tempo perdido e seguir em frente buscando um futuro melhor e com mais oportunidades para nossas crianças”, afirmou o governador.

A secretária de Educação, Cultura e Esportes, Socorro Neri, lembrou dos esforços do governo estadual para continuar ofertando o mesmo ensino de qualidade aos estudantes de maneira remota, por meio de aulas transmitidas em plataformas digitais e mídias tradicionais, como rádio e TV.

Governador Gladson Cameli acompanhou a retomada das aulas presenciais na Escola Estadual Franklin Roosevelt, em Plácido de Castro Foto: Marcos Vicentti/Secom

Sobre o retorno dos discentes ao ambiente escolar, a gestora esclareceu que a medida está sendo executada com total zelo e seriedade por parte do Estado. “Este será um processo gradual, com revezamento de alunos, que não é obrigatório neste momento, mas que tem sido feito dada a necessidade de que os nossos estudantes retornem para este momento de interação com os seus próprios colegas e professores para que possam recuperar esse prejuízo na aprendizagem”, explicou.

A solenidade contou ainda com a participação do prefeito de Plácido de Castro, Camilo da Silva; do presidente da Câmara Municipal de Plácido de Castro, José Nunes; do deputado estadual José Bestene; entre outras autoridades.

Governo adota série de medidas sanitárias para tornar escolas um espaço seguro

O governo do Acre adotou rigoroso protocolo para garantir a segurança dos estudantes, professores e demais servidores da Educação. Além disso, o Estado criou um comitê para acompanhar o retorno das aulas presenciais. O uso de máscaras faciais é obrigatório para todos. O acessório está sendo distribuído, gratuitamente, nas escolas que retornaram com as aulas presenciais.

Governo do Acre adotou uma série de protocolos para garantir a segurança de estudantes, professores e servidores da rede estadual de ensino Foto: Marcos Vicentti/Secom

Dispositivos com álcool em gel foram espalhados em pontos estratégicos das unidades de ensino para que todos façam a higienização das mãos para evitar a propagação do vírus. Dentro das salas de aula foi adotado o distanciamento social de um metro entre as carteiras dos estudantes. Atividades coletivas estão suspensas.

Professora há dez anos, Jubilene Moreira revela estar vivendo um momento desafiador em sua carreira. A docente acredita no sucesso da volta presencial das aulas. “Este retorno está sendo muito diferente dos anos anteriores e precisamos nos adaptar a esta nova realidade. Além das atividades presenciais, o nosso planejamento também está sendo feito com os alunos que ficaram em casa. Não esperava jamais passar por isso, mas estamos nos reinventando para recuperar o tempo perdido e ensinar da melhor maneira possível os nossos alunos”, disse.

Professora Jubilene Moreira afirma estar vivendo um dos momentos mais desafiadores de sua profissão Foto: Marcos Vicentti/Secom

Já a diretora Nilda Martins Conrado de Paiva destacou a relevância da retomada das aulas presenciais, já que a qualidade do ensino público brasileiro será avaliada, em breve. “Estamos retornando com os maiores cuidados possíveis, dentro de todos os protocolos de biossegurança. A escola foi reformada durante a pandemia e totalmente adaptada para este retorno. Essa retomada das aulas presenciais era muito aguardada por todos e esperarmos proporcionar um suporte ainda maior aos nossos alunos, já que 2021 é ano de Ideb [Índice de Desenvolvimento da Educação Básica]”, comentou.