SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A atriz Shannen Doherty, 50, venceu um processo de US$ 6,3 milhões, cerca de R$ 34,3 milhões, contra a seguradora State Farm, que se recusou a pagar pelos reparos em sua casa em Malibu, Califórnia, que foi danificada por um incêndio em 2018.

“Agradecemos aos membros do júri por sua consideração cuidadosa do caso de Shannen”, disse o advogado Devin McRae, ao site People em um comunicado. “Isso deveria enviar uma mensagem às instituições para que não se esqueçam de que estão lidando com seres humanos.”

A seguradora afirmava que, como a casa da estrela de “Barrados no Baile” não teve nenhum dano estrutural, a indenização paga anteriormente deveria ser suficiente para cobrir a reparação e limpeza profissional, além do aluguel de uma casa temporária por um ano.

O valor concedido na ação civil sobre os danos à casa, bens pessoais, sofrimento emocional e honorários advocatícios. “Temos empatia com a saúde da Sra. Doherty e desejamos o melhor a ela”, disse um representante da State Farm também ao site.

“Estamos decepcionados com a decisão do júri e respeitosamente discordamos dela. Exploraremos todas as opções legais disponíveis, incluindo apelar do veredito”, completou o representante. Doherty revelou estar sofrendo de câncer de mama em estágio quatro em fevereiro de 2020.

A atriz havia anunciado, em 2017, que o câncer estava em remissão. Apesar de ela relutar em falar sobre seu diagnóstico, afirmou preferir ” que as pessoas ouçam de mim”. Na época, a State Farm a acusou de usar sua condição como estratégia legal para “angariar simpatia” no processo, segundo o TMZ.

“Não quero que seja distorcido; não quero que seja um documento do tribunal. Quero que seja real e autêntico e quero controlar a narrativa. Quero que as pessoas saibam de mim”, completou Doherty no Good Morning America na época.