O capacho costuma ser a primeira peça que as pessoas veem quando entram em sua casa. Um tapete limpo e com estilo permite que os visitantes saibam o que esperar logo ao entrar, e é por isso que você deve ter certeza de que seu capacho está sempre na melhor forma possível.

Isso significa manter o capacho limpo, mas também substituí-lo quando suas fibras começarem a apresentar sinais de desgaste. Veja como monitorar os seus sinais de declínio, de acordo com Mary Patton, da empresa Mary Patton Design, nos Estados Unidos.

Substitua seu capacho a cada seis meses.

O ciclo de vida de um capacho depende de muitos fatores: a ausência (ou presença) de uma saliência, mudanças drásticas no clima (temperaturas extremas podem causar estragos em certos materiais) e a frequência de uso afetarão o desgaste geral. Além disso, quanto mais tempo o tapete permanecer na frente da casa, mais tráfego de pedestres ele verá, o que pode desgastá-lo e impedi-lo de realizar sua função principal: manter a sujeira do lado de fora. Em última análise, é por isso que Patton recomenda substituir o seu duas vezes por ano.

Monitore-o em busca de sinais de decomposição.

Se o seu capacho está obviamente desfazendo – pode ter cantos desgastados, partes gastas ou manchas que não podem ser removidas facilmente – você deve considerar substituí-lo antes dos seis meses. “Quando começar a parecer gasto, é hora de trocar”, explica Patton. “Eles são uma maneira barata de iluminar a entrada de sua casa.” Se você tem uma opção que adora, ou se deseja simplesmente estender a vida útil da peça que já possui, considere trocá-la sazonalmente. 

Mantenha seu capacho limpo.

Como o único propósito do capacho é evitar que sujeira e detritos externos entrem em sua casa, é necessária uma pequena manutenção – sacudi-lo aqui, limpá-lo embaixo. Patton, no entanto, não sugere tentar limpar um capacho obviamente gasto. “Eu sugeriria jogar fora e trocar por outro”, diz ela.

Fonte: msn.com