SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O governador João Doria (PSDB) sancionou um projeto de lei que dá o nome do apresentador de TV Gugu Liberato, morto em 2019, em um dos túneis do Rodoanel Mário Covas.

O pedido para que o nome do comunicador aparecesse em um dos túneis do local partiu do deputado estadual Coronel Telhada (PP).
De acordo com informações publicadas na Imprensa Oficial deste sábado (9), o ponto escolhido fica localizado entre os kms 95 e 96 da estrada, na divisa entre os municípios de Mauá e Ribeirão Pires (Grande São Paulo).

Gugu Liberato morreu aos 60 anos, em 22 de novembro de 2019, após sofrer um acidente doméstico em sua casa nos Estados Unidos. Já o pedido de Telhada foi protocolado em 14 de dezembro daquele mesmo ano. Como justificativa, o parlamentar alegou que “Liberato se tornou um ícone da televisão brasileira no decorrer dos anos”.

Policial militar aposentado e ex-comandante da Rota (Rondas Ostensivas Tobias de Aguiar) Paulo Adriano Lopes Lucinda Telhada tinha uma relação próxima com Gugu Liberato, já que ele afirma ter trabalhado como segurança do apresentador.