Um vídeo polêmico está circulando nas redes sociais. Nele, um caçador, identificado como “Boi da Aldeia”, se exibe com o corpo de uma onça-preta, após matar o animal a tiros. O crime ocorreu na terra indígena Arariboia, no município de Amarante, no Maranhão e foi denunciado pelos indígenas da região.

De acordo com eles, o homem é perigoso, anda armado e com cachorros. No vídeo, ele aparece segurando o animal e faz ameaças aos indígenas, que se arriscam para proteger o que ainda resta das terras, contra ações de madeireiros e caçadores. 

Nas redes, o vídeo causou revolta em centenas de internautas. “Isso é um demônio, um diabo desses. Era bom se uma outra onça ou um jacaré pegasse esse bandido”, comentou uma jovem, indignada.

 “Eu sempre fico chocada com as barbaridades cometidas contra os animais. Cadeia já, nesse pilantra”, desabafa outro internauta. 

O crime ocorreu na terra indígena Arariboia no município de Amarante no Maranhão e foi denunciado pelos índios da região
O crime ocorreu na terra indígena Arariboia no município de Amarante no Maranhão e foi denunciado pelos índios da região | Foto: Divulgação

Em cana

A onça-preta é da mesma espécie da onça-pintada e até então nunca foi capturada na Amazônia. Extremamente ameaçada de extinção no nordeste brasileiro, a espécie é considerada o maior felino das Américas. Na tarde desta quarta-feira (20), a polícia civil do Maranhão realizou a prisão, em flagrante, de “Boi da Aldeia” e deve investigar o caso e as denúncias dos indígenas. 

https://cdn.emtempo.com.br/img/videoinline/320000/cacador_00326724_0_202110211251.mp4?xid=1114052

Fonte: Emtempo