SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A cantora Anitta, 28, fez um pedido de ajuda para seus seguidores brasileiros em seus Stories nesta quinta (27). A artista contou que esqueceu a fantasia para o Dia das Bruxas no Brasil e não irá conseguir buscar, por isso pediu se alguém que estaria viajando para os EUA poderia levar para ela.

“Gente, preciso de ajuda. Tem alguém vindo pros EUA, Nova York, Miami, hoje ou amanhã?”, começou a cantora no vídeo. “Minha fantasia que eu peguei emprestada, de uma amiga, está no Brasil. Estou reciclando de uma amiga”, explicou.

“Tem alguém para trazer para mim? Por favor, me manda mensagem? Algum piloto, comissário, aeromoça… Alguém?”, completou a cantora. A celebração, também conhecida como Halloween, é tradicional nos Estados Unidos e acontece no próximo domingo, dia 31 de outubro.

Recentemente, Anitta lançou o single “Faking Love”, gravado em parceria com a rapper Saweetie. Terceira música a ser divulgada do álbum “Girl From Rio”, essa é também uma canção que traz novidade à carreira da cantora, já que ela apresenta o funk melody aos seus fãs internacionais.

Apesar do novo álbum ainda não possuir data de lançamento, Anitta diz que já tem outras músicas preparadas, em idiomas além do inglês. “A ideia era ter músicas em inglês para mais pessoas me conhecerem aqui [nos Estados Unidos]. Não vamos deixar de cantar em português, só vamos diminuir um pouco a quantidade”.

Anitta explica que “Faking Love” foi uma música para criar um repertório maior em sua carreira internacional, e que a coreografia foi inspirada em passos de dança comuns nos Estados Unidos. Ela conta que não aposta no single para ser o sucesso do álbum, mas que através dele quis mostrar um pouco mais de suas raízes e personalidade.

A artista diz que, diferente do que acontece no Brasil, o público norte-americano ainda não está acostumado com o ritmo, mas para a alegria de seus fãs brasileiros, ela afirma que “tem mais elementos do funk ao longo do álbum”. “Tenho que começar com doses homeopáticas, assim como eu fiz quando comecei minha carreira no Brasil.”