RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – A Conmebol anunciou nesta quinta-feira (25) o fim do gol fora de casa como critério de desempate nas fases de mata-mata das competições que organiza. A medida já valerá para os regulamentos dos torneios a partir de 2022 e abrange a Libertadores e a Sul-Americana.

“A Conmebol elimina o ‘gol de visitante’. A partir de agora, todos os gols de torneios da Conmebol terão o mesmo valor, já não se considerará como um critério de desempate os gols convertidos na condição de visitante. Com isso, aponta-se para uma maior justiça desportiva”, escreveu Alejandro Domínguez, presidente da entidade em publicação nas redes sociais.

A mudança no critério de desempate das competições sul-americanas acompanha a tendência ao redor do mundo. No Brasil, a CBF já tinha retirado esse modelo da Copa do Brasil. A Uefa recentemente também foi mais uma a realizar esse movimento.

O critério de desempate não afeta a final da Libertadores e da Sul-Americana porque o vencedor é definido em partida única, mas mexe com o caminho nas fases anteriores. Com a alteração, uma possibilidade é de aumento do número de confrontos decididos nos pênaltis. Por outro lado, os times mandantes podem jogar de forma mais aberta nas partidas de ida, sem ter a preocupação de sofrer um gol que condicione a eliminatória, pensando no jogo de volta.

Ao fim de 2018, o fim do gol fora de casa como critério de desempate -algo que entrou no regulamento a partir de 2005- chegou a ser discutido na Conmebol, mas o texto foi mantido sem alteração naquele momento.