domingo, março 3, 2024
Esportes

Abel reage a derrota: "Vou ser acusado por trabalho forçado de crianças"

Após a derrota do Palmeiras para o Red Bull Bragantino por 2 a 1, na madrugada desta segunda-feira, Abel Ferreira elogiou o adversário, falou da liderança do Botafogo e destacou a importância do próximo duelo, contra o Boca Juniors, pela Libertadores.

“O pênalti foi o momento-chave da partida. Até os 60 minutos, o Bragantino teve uma única chance perigosa. Depois do pênalti, sim, eles pressionaram, com mais ritmo e volume. Mas, até aquele momento, nós estávamos completamente superiores. Foi pena que duas bolas tenham batido na trave no primeiro tempo, uma delas poderia ter entrado. São coisas do futebol. Parabéns ao Bragantino”, disse o treinador em entrevista à Globo Esporte.

“O Botafogo está muito bem. Dificilmente eles perdem o campeonato. Apesar de sermos os atuais campeões, somos a equipe que já conquistou dois títulos neste ano. É importante não esquecer. Quinta-feira teremos um jogo importante contra o Boca Juniors. Nos últimos quatro anos, chegamos às semifinais da Libertadores. Não é fácil. Só o Santos do Pelé tinha conseguido isso, até onde eu sei. Precisamos valorizar o trabalho deste grupo e dos jogadores que estiveram em campo hoje. Acho que qualquer dia vou ser acusado de trabalho infantil. Eles ainda não são maiores de idade e ainda vou ser acusado de fazer eles trabalharem sem idade para isso. Precisamos valorizar. Quinta-feira faremos o nosso melhor para estar na final”, completou Abel Ferreira.

O resultado deixou o Palmeiras na quarta posição do Campeonato Brasileiro, com 44 pontos, atrás do Bragantino, segundo colocado, com 45, e do líder Botafogo, com 50, que ainda tem um jogo a menos.

Leia Também: Bombonera vira ‘loucura’ e o ambiente do Boca-River é arrepiante

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *