segunda-feira, maio 20, 2024
Esportes

Djokovic encerra sonho de qualifier e vai às quartas de final no US Open

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Em sua primeira participação na chave principal do US Open, o croata Borna Gojo, de 25 anos, venceu três jogos sem perder sets depois de furar o qualifying e alcançou as oitavas de final. Neste domingo (3), porém, Novak Djokovic deixou claro que a carruagem dos sonhos de Gojo logo voltaria ao formato de abóbora. O número 2 do mundo não deu chances ao desafiante, fez 6/2, 7/5 e 6/4 e carimbou sua vaga nas quartas de final do torneio nova-iorquino.

COMO ACONTECEU

Duas noites após perder os dois primeiros sets para o compatriota Laslo Djere, Djokovic entrou em quadra afiado neste domingo e sufocou Gojo desde o começo. Já no primeiro game, anotou uma quebra de saque. No quinto, mais uma. O croata conseguiu fazer seu serviço a duras penas no sétimo, mas Nole era sólido demais e fechou a parcial em 41 minutos: 6/2.

O segundo set até que foi mais emocionante. Gojo quebrou Nole no segundo game e teve chances para abrir 3/0, mas cometeu cinco duplas faltas no mesmo game e cedeu a quebra de volta. Depois disso, a parcial seguiu empatada até o 11º game, quando o croata voltou a vacilar. Primeiro, errou um voleio simples. Depois, disparou uma direita potente no meio da rede. Com a quebra e 6/5 no placar, Djokovic confirmou seu saque e abriu 2 sets a 0.

O terceiro set foi mais do mesmo. Gojo seguiu fazendo um jogo superagressivo, disparando pancadas do fundo de quadra e tentando decidir os pontos rapidamente. Djokovic manteve a postura de sempre, apostando na consistência e sem dar pontos de graça. No sétimo game, com mais erros do croata, Nole conseguiu a quebra que precisava. Depois disso, só administrou seus games de saque até fechar o jogo.

ENTEDIADO OU CANSADO?

O quarterback do New York Jets, Aaron Rodgers, passou o dia vendo jogos de tênis no Estádio Arthur Ashe e foi flagrado bocejando ainda no começo do encontro entre Djokovic e Gojo:

E AGORA?

Maior campeão de slams em simples da história do tênis masculino, Djokovic tenta, aos 36 anos, conquistar o US Open pela quarta vez, o que também significaria seu 24º troféu em um torneio do Grand Slam e igualaria o feito da maior campeã em simples da história, a australiana Margaret Court.

Seu adversário nas quartas de final será o americano Taylor Fritz (25 anos, #10 do mundo), que passou sem grandes problemas pelo australiano Rinky Hijikata (22 anos, #110) neste domingo: 7/6, 6/4 e 6/4.

Djokovic e Fritz já se enfrentaram sete vezes no circuito mundial, e o sérvio venceu todos os sete duelos. O mais recente aconteceu há pouco mais de uma semana, no Masters 1000 de Cincinnati, e Nole fez 6/0 e 6/4.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *