segunda-feira, maio 20, 2024
Esportes

Por que Abel gosta de jogar no estádio do Corinthians? Desempenho explica

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Técnico do Palmeiras, Abel Ferreira não escondeu sua admiração pelo gramado da Neo Química Arena, casa do Corinthians, após o dérbi que acabou 0 a 0 disputado no domingo (3) em Itaquera. O desempenho do português no local ajuda a explicar a “simpatia”.

Abel perdeu apenas uma vez dirigindo o alviverde no estádio do rival. A única derrota ocorreu em 2021, quando os mandantes venceram por 2 a 1 em duelo do Campeonato Brasileiro.

Além desta ocasião, o técnico comandou o Palmeiras cinco vezes em Itaquera e acumula bom desempenho: são três vitórias e dois empates -incluindo o placar sem gols de domingo.

O português, aliás, duelou com cinco técnicos diferentes em Itaquera: Vagner Mancini (duas vezes), Sylvinho, Vítor Pereira, Fernando Lázaro e, desta vez, Luxemburgo.

Curiosidade: Sylvinho foi o único que conseguiu superar Abel. O ex-lateral, hoje comandante da seleção da Albânia, era o técnico corintiano na vitória de 2021.

“Gosto de jogar aqui, gosto desta grama, deste estádio. A grama está entre as melhores do Brasil. Fazer 16 finalizações contra seis e ter o domínio do jogo -mesmo sem grandes oportunidades- mostra o que é nossa equipe, é consequência do nosso trabalho. Mas gosto mesmo é de jogar em casa, e vamos ficar alguns jogos sem o Allianz Parque. Ficaremos longe alguns jogos por questões contratuais, mas tenho que aceitar. Jogar bem contra um grande rival é o sentimento que fico”, disse Abel Ferreira, em entrevista coletiva.

Veja o retrospecto de Abel na Neo Química Arena

Corinthians 2×2 Palmeiras (1ª fase do Paulistão 2021) – vs Vagner Mancini
Corinthians 0x2 Palmeiras (semifinal do Paulistão 21) – vs Vagner Mancini
Corinthians 2×1 Palmeiras (Brasileirão 21) – vs Sylvinho
Corinthians 0x1 Palmeiras (Brasileirão 22) – vs Vítor Pereira
Corinthians 2×2 Palmeiras (Paulistão 23) – vs Fernando Lázaro
Corinthians 0x0 Palmeiras (Brasileirão 23) – vs Vanderlei Luxemburgo
Total: seis jogos (duas vitórias, três empates e uma derrota), totalizando 50% aproveitamento

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *