script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js?client=ca-pub-2913509317834347" crossorigin="anonymous"> Saiba como o sono pode afetar a vida sexual
terça-feira, maio 28, 2024
Life Style

Saiba como o sono pode afetar a vida sexual

Comemorado em 6/9, o Dia do Sexo ficou conhecido por conta de ação de marketing de uma fabricante de preservativos, em 2008. Desde então, a data é bastante comentada e o assunto ganha ainda mais destaque. Que o sexo está intimamente ligado à saúde, já sabemos. Mas, já parou para pensar na ligação que existe entre ele e o sono? 

Estresse e ansiedade estão entre os principais fatores da atualidade responsáveis por uma noite de descanso ruim, pois aumentam o estado de alerta e mantêm nosso cérebro funcionando enquanto deveria adormecer. O sexo pode ajudar a relaxar, esquecer dos problemas momentaneamente e descansar. 

“Fazer sexo antes de dormir pode reduzir o estresse devido à liberação de um hormônio específico: a oxitocina”, destaca Theresa Schnorbach, especialista do sono na Emma Colchões, líder mundial em vendas D2C (direct to consumer). Além disso, a substância aumenta a sensação de conexão emocional e mental, funcionando como agente regulador, que contribui para melhorar a qualidade do sono.

Ao atingir um orgasmo, o corpo também libera outro hormônio chamado prolactina, que é responsável por dar a sensação de prazer, além de reduzir o nível de cortisol, que está diretamente relacionado ao estresse. A combinação de todas essas alterações hormonais facilita o estado de sonolência e de adormecimento.

Dormir mais e melhor é importante!

Sabemos que o sono é fundamental não só para a saúde de forma geral, mas também sexual. “Estar cansado demais para fazer sexo” não é uma desculpa, mas sim verdade, que afeta a vida de muita gente. Inclusive, a privação do sono pode contribuir para a disfunção erétil. Quando não dormimos o suficiente, temos menos energia e a tendência é ficar mal-humorado, irritado.

Isso pode limitar nossa intimidade por uma razão: quando estamos exaustos, não só o nosso nível de cortisol aumenta, como também suprime a testosterona, o hormônio que aumenta a libido, e que, por sua vez, também influencia a probabilidade de ter um orgasmo.

Confira os sete benefícios que 7 e 9 horas de sono por noite podem trazer, de acordo com a especialista:

O sono aumenta a produção de testosterona, especialmente a masculina, o que aumenta diretamente a libido;
Equilibra o sistema nervoso autônomo que, por sua vez, aumenta a probabilidade de ter um orgasmo;
Amplia a confiança e tem impacto na aparência e autoestima, o que é um fator chave para se sentir confortável durante o sexo;
Aumenta a criatividade, permitindo ainda mais experiências;
Eleva os níveis de energia e pode melhorar o desempenho sexual;
Reduz os níveis de hormônio do estresse melhora não só o apetite sexual quanto a capacidade de orgasmo;
Dormir bem e suficientemente traz mais bem-estar e relaxamento, o que permite uma conexão mais profunda com o parceiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *