sábado, março 2, 2024
Saúde

Araneísmo: entenda o que são os incidentes com aranhas e quais são as espécies mais perigosas

O cantor de forró Darlyn Morais, de 28 anos, faleceu no Tocantins após sofrer uma picada de aranha que fez seu rosto escurecer, conforme relatou sua família. Ele desenvolveu reações alérgicas na semana passada e morreu nesta segunda-feira (6).

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou o óbito e informou que a causa ainda está sob investigação.

Especialistas do Instituto Butantan ouvidos pelo g1, no entanto, sugeriram que as fotos da lesão não apresentam características típicas de incidentes envolvendo aranhas, enfatizando a importância de aguardar o laudo oficial para determinar o diagnóstico com maior segurança.

Os incidentes envolvendo aranhas, conhecidos como araneísmo, resultam da injeção de veneno por meio dos ferrões localizados na frente do animal. Assim como os escorpiões, as aranhas pertencem à classe dos aracnídeos.

No Brasil, segundo o Ministério da Saúde, as aranhas de importância em saúde pública são classificadas em três gêneros: Loxosceles, Phoneutria e Latrodectus.

Veja as caractéristicas e os sintomas de cada um deles.

Loxosceles – também chamadas de aranha-marrom ou aranha-violino. Elas não costumam ser agressivas e picam geralmente quando comprimidas. Têm cerca de 1 cm de corpo e até 3 cm de comprimento total. São noturnas e constroem teias irregulares. Podem se esconder em locais com pouca luz e movimento, como telhas, tijolos e móveis.

  • Quais são os sintomas?

 

A picada quase nunca é notada e os sintomas podem aparecer de duas formas: dor leve na pele, com manchas pálidas e roxas ou possíveis bolhas e feridas com sangue acompanhadas de febre, mal-estar, fraqueza, enjoo, vômitos e dores musculares. Em casos graves, pode ocorrer destruição de glóbulos vermelhos no sangue, lesão renal aguda, anemia, icterícia e sangue na urina. Coagulação anormal no corpo é rara, mas pode ocorrer.

Phoneutria – conhecidas como aranha-armadeira ou macaca. São bastante agressivas, saltando até 40 cm em posição de defesa. Seu corpo pode atingir 4 cm, com 15 cm de envergadura. São caçadoras noturnas e podem ser encontradas em locais como troncos, palmeiras e entre folhas de bananeira.

  • Quais são os sintomas?

 

A dor imediata, geralmente intensa, é o sintoma comum. Ela pode se espalhar pela área afetada. Outros sintomas incluem inchaço, vermelhidão, sensações anormais e suor na região da picada, onde podem ser vistas duas marcas de mordida.

Latrodectus – famosas aranhas viúva-negra. Elas não são agressivas e as fêmeas podem chegar a 2 cm, enquanto os machos são menores, com 2-3 mm. São noturnas e vivem em grupos, fazendo teias irregulares em arbustos, gramíneas e cascas de coco.

  • Quais são os sintomas?

 

Dor na região da picada, suor e problemas cardíacos. Além disso, tremores, ansiedade, insônia, dor de cabeça, coceira, vermelhidão no rosto e pescoço também são sintomas comuns. Em casos graves, distúrbios comportamentais e choque. Às vezes, o rosto fica rígido com mandíbulas trancadas, em cerca de 5% dos casos.

Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, embora outros acidentes causados por aranhas sejam comuns, eles geralmente não representam uma ameaça significativa à saúde pública, incluindo aranhas que vivem nas proximidades de residências, como caranguejeiras e aranhas de jardim.

Além disso, caranguejeiras, embora grandes e encontradas frequentemente em casas, raramente causam acidentes graves.

Como é o tratamento dos quadros?

 

No Brasil, soros antipeçonhentos são produzidos em alguns estados e distribuídos gratuitamente para vítimas de picadas venenosas pelo Ministério da Saúde em serviços de saúde.

g1 Tocantins questionou a Secretaria de Estado da Saúde se o cantor chegou a tomar algum desses medicamentos, mas a secretaria disse que não pode repassar informações sobre os pacientes.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *